Menu CICS.NOVA

Membros Integrados

Paulo Neto

Grupo de Investigação:

3: Cidades, Ambiente e Desenvolvimento Regional


Equipa de Investigação:

Desenvolvimento Local e Regional


Perfil Online:


E-mail:

neto@uevora.pt




Paulo Neto é Economista e Professor Auxiliar com Agregação no Departamento de Economia da Universidade de Évora. Possui Doutoramento e Agregação em Economia e é autor e coautor de diversas publicações científicas na área da Economia Regional e Urbana, da Economia Europeia, da Economia da Inovação e das Políticas Públicas. É Coordenador da UMPP - Unidade de Monitorização de Políticas Públicas da Universidade de Évora, Diretor do Mestrado em Políticas Públicas e Projetos desta universidade, Diretor do Public Policy Portuguese Journal, Coordenador da Rede Portuguesa de Investigação em Políticas Públicas e membro da Assembleia Representativa da Ordem dos Economistas.


Interesses de Investigação:

Economia e Planeamento Regional e Urbano; Economia do Conhecimento e da Inovação; Concepção, Avaliação e Monitorização de Políticas Públicas; Economia Europeia; Políticas da União Europeia.


Principais Publicações:

  • Santos, A., Cincera, M., Neto, P. & Serrano, M. M. (no prelo). Which projects are selected for an innovation subsidy? The Portuguese Case. Portuguese Economic Journal;
  • Neto, P., Serrano, M. M., & Santos, A. (2018). Policy Cycle of the Urban Agenda and its Effects on Territorial Cohesion. In E. Medeiros (Ed.), Territorial Cohesion. The Urban Dimension. Berlim: Springer. [DOI: 10.1007/978-3-030-03386-6_8] [ISBN 978-3-030-03386-6];
  • Neto, P., Serrano, M.M., & Santos, A.(2018). Renewed challenges for public policies in post-2020 Cohesion Policy: From RIS3 to RIS4 and a new social dimension for smart specialisation. Public Policy Portuguese Journal, 3(1), pp 8-26;
  • Serrano, M. M., & Neto, P. (Coord.). (2018). Inovação, Emprego e Políticas Públicas. Lisboa: Edições Sílabo. [ISBN 978-972-618-926-8];
  • Santos, A., Neto, P., & Serrano, M. M. (2016). A long-term mortality analysis of subsidized firms in rural areas: an empirical study in the Portuguese Alentejo region. Eurasian Economic Review, 6(1), 125-151. DOI: 10.1007/s40822-015-0035-4.