Oportunidades de financiamento

Cooperação Transnacional - Acordo de Cooperação Científica entre Portugal e a Tunísia

Encontra-se aberto o período de candidaturas ao programa bilateral entre Portugal ( através da Fundação para a Ciência e Tecnologia, FCT) e a República da Tunísia (através do Ministère de l'Enseignement Supérieur et de la Recherche Scientifique) com os objetivos de promoção da cooperação científica entre os dois países favorecendo o desenvolvimento de novas equipas e de novas áreas de cooperação.

Será financiado o intercâmbio (despesas de viagem e estadia) de equipas de investigação portuguesas e francesas no âmbito de projetos comuns de investigação.

Este financiamento é bianual estando previsto o valor de 2000 € por ano.

Critérios de avaliação:
- Mérito científico e qualidade da proposta;
- Competência das equipas de investigação da proposta;
- Relevância da participação de jovens investigadores da parte portuguesa;
- Adequação das missões de mobilidade ao programa proposto


Serão considerados ainda os seguintes critérios:
- A não inclusão de jovens investigadores na equipa portuguesa tem caráter eliminatório;
- Será dada prioridade a novos projetos/novas equipas e a equipas que não tiveram financiamento nos últimos concursos.


As candidaturas terão de ser submetidas por ambas as equipas às respectivas agências de financiamento, no caso da equipa portuguesa a candidatura terá de ser submetida à FCT através do seguinte link: https://concursosfct.formstack.com/forms/candidatura_tunisia_2017 até às 17h00 do dia 22 de setembro de 2017. No caso de equipas tunisinas aconselha-se o contacto com prévio gammoudi.rz.dhouha@gmail.com

Saiba mais aqui.


Prémio Melhor Ideia de Negócio FCSH/NOVA - Santander Universidades

Encontra-se aberto o período de candidaturas ao Prémio Melhor Ideia de Negócio FCSH/NOVA - Santander Universidades para as ideias inovadoras orientados para a criação e desenvolvimento de empresas privadas ou do setor cooperativo e social ou cooperativas na área das ciências sociais e humanas.

Quem se pode candidatar?
Podem candidatar-se alunos, diplomados, docentes, investigadores ou bolseiros da FCSH/NOVA, individualmente ou em consórcio. Caso seja em consórcio, um dos membros terá que pertencer à FCSH/NOVA.

Pretende-se propostas de novos produtos e/ou serviços, aplicação de um produto e/ou serviço existente, ou a produtos e/ou serviços inovadores com elevado potencial para desenvolvimento e valorização económica. Quais são os prémios? A melhor ideia de negócio terá um prémio de €4000 e cedência de espaço para o coworking. O segundo prémio poderá usufruir de espaço para coworking, assim como de oferta de formação para gestão de empresas e cooperativas. Os restantes prémios poderão ter acesso ao espaço do centro de inovação em sistema de rotatividade.

Qual é a documentação necessária?
A candidatura deverá ser constituída pela seguinte documentação:

a) formulário de Candidatura ao “Prémio de Empreendedorismo FCSH NOVA/SANTANDER-UNIVERSIDADES – Melhor Ideia de Negócio 2017” para cada um dos membros da equipa;
b) Curriculum Vitae de todos os membros da equipa;
c) Cópia do documento de identificação de cada membro da equipa;
d) Cópia de comprovativo de ligação à FCSH/NOVA;
e) Plano de negócio no modelo FCSH/NOVA (a descarregar na página http://www.fcsh.unl.pt/faculdade/emprego-estagios-e empreendedorismo/centro-de-inovacao); e) Anexos (se aplicável – máximo 10 páginas).

As candidaturas terão de ser enviadas até ao dia 18 de setembro 2017 para o email centro.inov@fcsh.unl.pt


Candidaturas abertas bolsas individuais Marie Skłodowska-Curie

Encontra-se aberto o período de candidaturas às bolsas individuais Marie Skłodowska-Curie (MSC IF). As ações Marie Skłodowska-Curie enquadram-se no programa-quadro de investigação (Horizonte 2020) da Comissão Europeia (CE) e tem como objetivos gerais a promoção do desenvolvimento da carreira do investigador. As bolsas individuais têm como específicos pretendem fomentar o potencial criativo e inovador de investigadores que pretendam diversificar as suas capacidades individuais e adquirir competências multi e interdisciplinares através de formação avançada e da mobilidade internacional e intersectorial.

As bolsas de investigação individuais destinam-se a investigadores com um grau de doutoramento e/ou com um nível de 4 anos de experiência em investigação para a realização de  mobilidade de 2 anos em instituições europeias ou internacionais.

Existem dois tipos de bolsa:

Bolsas Globais – para a realização de mobilidade em instituições fora da Europa (em países terceiros) com a obrigatoriedade de regresso ao país de envio por um período de 12 meses seguidos.

Bolsas Europeias – para a realização de mobilidade numa instituição acolhimento europeia (Estados-membros e países Associados). Destinam-se a investigadores que realizem mobilidade na Europa a partir de qualquer país do mundo e/ou investigadores europeus para mobilidade dentro da Europa.

As bolsas custeiam todos os custos associados à mobilidade (custos de mobilidade, bolsa mensal e custos de gestão para a instituição).

As candidaturas terão de ser submetidas no participant portal da CE e deverão incluir:

• Identificação do Painel de Avaliação;
• Identificação do supervisor;
• Proposta de avaliação (máximo de 10 páginas).

Só será avaliada uma proposta por investigador.

A data limite de submissão de candidaturas é 14 de setembro de 2017.

Ver página oficial.


Prémio de Doutoramento em Ecologia Fundação Amadeu Dias - candidaturas até 8 de setembro

A SPECO lança, pela primeira vez, um prémio para recém doutorados como forma de valorizar o trabalho desenvolvido ao longo do seu programa doutoral.

Esta é uma maneira de valorizar o trabalho dos jovens doutores, através de um programa posto a concurso, que será escrutinado por um júri idóneo que, com criteriosa seriedade avaliará as propostas submetidas. Os jovens doutorados terão de ser sócios da SPECO e terão à sua disposição um regulamento exigente, mas transparente, que pretende funcionar como incentivo à investigação ecológica. Serão atribuídos três prémios, dois monetários, no valor de 2500€ e 1000€, respectivamente para o primeiro e segundo prémio, e uma menção honrosa para o terceiro prémio.

As candidaturas estão abertas de 8 de Julho a 8 de Setembro.

Mais informações.


Candidaturas abertas: ERC Advanced Grants

Encontra-se aberto o período de submissão de candidaturas para as Advanced Grants do European Research Council. O ERC insere-se no pilar “Excellence Science” do Horizonte 2020 e com o objetivo de financiar a investigação de excelência na Europa em qualquer domínio científico, através da atribuição de bolsa de investigação individual.

As bolsas Advanced destinam-se a investigadores com uma carreira de investigação consolidada com um track-record de excelência nos últimos 10 anos para financiar um projeto de investigação individual de natureza inovadora.

O financiamento pode ir até aos 2.500,000€ para um período máximo de 5 anos.

A submissão de candidaturas é realizada no Participant Portal da CE.

A data limite para a apresentação de candidaturas é 31 de agosto de 2017.


Concurso para atribuição de bolsa - Käte Hamburger Center for Advanced Study in the Humanities “Law as Culture”

O Käte Hamburger Center for Advanced Study in the Humanities “Law as Culture”, afiliado à Universidade de Bona, na Alemanha, lançou um concurso para atribuição de uma bolsa de investigação na área da relação entre Lei e Economia, com duração mínima de três meses e máxima de doze.

Os candidatos deverão ter como grau mínimo o doutoramento

As propostas de projecto deverão também estar orientadas para pelo menos um dos três eixos fundamentais de investigação deste Centro:

- Cultures of Differentiation and Comparing Legal Cultures;
- Human Rights and Autonomy;
- The Binding Force and the Emotive Foundations of the Law.

Documentos a enviar na candidatura:

- currículo;
- descrição do projecto (5-10 páginas);
- uma selecção de publicações;
- indicação da duração pretendida de bolsa.

Prazo para candidatura:

31 de Agosto de 2017


Edital de concurso

Mais informação


Horizonte 2020 - SwafS-03-2017: convocatória aberta sobre igualdade de género

Esta convocatória pretende financiar projetos de investigação de implementação de Planos de Igualdade de Género como "motores" para mudanças institucionais sistémicas. 

As propostas devem incluir as seguintes atividades:
- Realizar avaliação / auditoria de procedimentos e práticas, incluindo dados relevantes sobre gestão de RH, atividades de ensino e investigação, a fim de identificar a desigualdade de género no nível da organização;
- Implementar estratégias eficazes para abordar a desigualdade de género; Isto deve incluir ações como políticas favoráveis à família (por exemplo, flexibilidade do horário de trabalho, licença parental, mobilidade, casais de dupla carreira), planeamento e orçamento, formação em igualdade de género na gestão de Recursos Humanos (RH), integração da dimensão de género em conteúdo e programas de investigação e / ou inclusão de estudos de género nos currículos das instituições de ensino superior;
- Estabelecer metas e monitorizar o progresso através de indicadores no nível da organização.

Data limite de submissão: 30 de agosto de 2017.

Mais informações.


Convocatória aberta Fundo para o Emprego jovem: Active Youth - 2017-1

Encontra-se aberto o período de submissão de candidaturas à convocatória Active Youth do programa European Economic Area Grants (EEA Grants), financiada pelo Fundo para o Emprego Jovem EEA e Norway Grants. Esta convocatória tem como objetivo geral apoiar projetos transnacionais que promovam o emprego jovem sustentável e de qualidade, nas idades entre os 15 e os 29 anos.

São valorados projetos que complementam iniciativas europeias existentes e que não são passíveis de ser financiados por fundos europeus.

Os apoios aos projetos transnacionais estão divididos em três vertentes descritas abaixo:
a) Inovação;
b) Transferência de conhecimento e boas práticas;
c) Investigação e análise.

Aconselha-se a leitura do texto da convocatória para consulta de exemplos de projetos financiados nas convocatórias anteriores e exemplos de atividades elegíveis.

 

Qual é a duração dos projetos?
A duração dos projetos varia consoante a tipologia de projetos e deverá ser acordada no acordo de subvenção. Contudo considerar-se-á 30 de abril de 2024 como data final para a submissão de despesas elegíveis no âmbito dos projetos.

Como terá de ser constituído consórcio?
Os projetos terão de envolver entidades de pelo menos dois países, incluindo um Estado beneficiário. O projeto terá de incluir um parceiro proponente e um parceiro beneficiário. Por parceiro proponente entende-se qualquer entidade legal estabelecida num Estado beneficiário e por parceiro beneficiário são consideradas quaisquer entidades estabelecidas num Estado beneficiário do Espaço Económico Europeu (constituídos por Irlanda, Itália, Espanha, Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, Eslováquia, Hungria, Eslovénia, Croácia, Roménia, Bulgária, Grécia, Chipre, Malta, Portugal e República Checa).
As entidades podem ser entidades públicas, organizações não governamentais, entidades privadas.

Qual é o valor do apoio?
A convocatória tem o financiamento de 60 milhões de euros para projetos com os valores de orçamento a rondar 1 milhão de euros.
O processo de avaliação das candidaturas é de duas fases, sendo que na primeira fase será avaliado a concept note que inclui um resumo da ideia do projeto, atividades, outputs, o consórcio e o orçamento previsto. Na primeira fase, a proposta terá de ser submetida online até ao dia 01 de agosto de 2017.

Saiba mais.


Cooperação Transnacional - Acordo entre Portugal e a França

Encontra-se aberto o período de candidaturas ao concurso Pessoa, programa bilateral entre Portugal (Fundação para a Ciência e Tecnologia, FCT) e França (CAMPUSFRANCE) com os objetivos de promoção da cooperação científica entre os dois países favorecendo o desenvolvimento de novas equipas e de novas áreas de cooperação.
Será financiado o intercâmbio (despesas de viagem e estadia) para o biénio de 2018/2019 de equipas de investigação portuguesas e francesas no âmbito de projetos comuns de investigação em todos os domínios científicos. O financiamento para as equipas nacionais são 1500 € por ano.

Critérios de avaliação:
- Mérito científico e qualidade da proposta
- Competência das equipas de investigação da proposta
- Relevância da participação de jovens investigadores da parte portuguesa
- Adequação das missões de mobilidade ao programa proposto

Serão considerados ainda os seguintes critérios:
- A não inclusão de jovens investigadores na equipa portuguesa tem caráter eliminatório;
-  Será dada prioridade a novos projetos/novas equipas e a equipas que não tiveram financiamento nos últimos concursos.

Aconselha-se a consulta dos projetos anteriormente financiados cuja informação encontra-se disponível em:http://www.fct.pt/apoios/cooptrans/docs/Pessoa_2017_18Aval_FINANCIADOS_PT_FR.pdf ;

As candidaturas terão de ser submetidas por ambas as equipas às respectivas agências de financiamento:
No caso da equipa francesa, a candidatura terá de ser submetida através da CAMPUSFRANCE (http://www.campusfrance.org/fr/pessoa);
No caso da equipa portuguesa, a candidatura terá de ser submetida à FCT através do seguinte link: https://concursosfct.formstack.com/forms/programa_pessoa_2017 até às 17h00 do dia 28 de julho de 2017