Oportunidades de financiamento

Programa SwafS do Horizonte 2020 - Science with and for Society

O Programa SwafS do Horizonte 2020 - Science with and for Society - pretende construir uma cooperação efetiva entre a ciência e a sociedade, recrutar novos talentos para a ciência e promover o desenvolvimento científico de excelência a par com responsabilidade e envolvimento da sociedade.

Candidaturas: até 2 de abril de 2019 estão abertas 13 convocatórias que tocam nas principais prioridades do Programa.

Convocatórias:

- SwafS-01-2018-2019: Open schooling and collaboration on science education 

- SwafS-05-2018-2019: Grounding RRI practices in research and innovation funding and performing organisations 

- SwafS-07-2019: EURAXESS TOP V 

- SwafS-08-2019: Research innovation needs & skills training in PhD programmes 

- SwafS-09-2018-2019: Supporting research organisations to implement gender equality plans 

- SwafS-11-2019: Scenarios for an award/certification system for gender equality in research organisations and universities in Europe 

- SwafS-12-2019: The gender perspective of science, technology and innovation (STI) in dialogue with third countries 

- SwafS-14-2018-2019: Supporting the development of territorial Responsible Research and Innovation 

- SwafS-15-2018-2019: Exploring and supporting citizen science 

- SwafS-16-2019: Ethics of Innovation: the challenge of new interaction modes 

- SwafS-17-2019: Consolidating and expanding the knowledge base on citizen science 

- SwafS-19-2018-2019: Taking stock and re-examining the role of science communication 

- SwafS-20-2018-2019: Building the SwafS knowledge base 

Mais informações: 

https://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/h2020/calls/h2020-swafs-2018-2020.html#c,topics=callIdentifier/t/H2020-SwafS-2018-2020/1/1/1/default-group&callStatus/t/Forthcoming/1/1/0/default-group&callStatus/t/Open/1/1/0/default-group&callStatus/t/Closed/0/1/0/default-group&+identifier/desc


Convocatória Horizonte 2020: «Taking stock and re-examining the role of science communication»

Encontra-se aberta a convocatória Taking stock and re-examining the role of science communication. Este tópico tem como objetivo compreender melhor como os resultados da investigação e das metodologias científicas são comunicados e percebidos pelos cidadãos (tomando em conta a idade, o género e o estatuto socioeconómico), desenvolver melhores formas de medir e avaliar a comunicação científica e identificar boas práticas e políticas, diretrizes para aumentar a precisão da (e, portanto, confiar na) comunicação científica.

Candidaturas: até 02 de Abril de 2019.

Os candidatos são convidados a propor outras ideias inovadoras em relação ao desafio específico acima.

Para abordar este desafio específico, as propostas incluirão uma equipa multidisciplinar capaz de explorar estratégias de comunicação bem definidas (jornalistas, comunicadores científicos, cientistas e outras partes interessadas de R & I, educadores, empresas, economistas, sociedade civil / cidadãos, especialistas legais, etc.). 

Especificidades relacionadas a género, cultura, contexto territorial e meio ambiente também devem ser consideradas. 

A Comissão considera que as propostas que solicitem uma contribuição da UE da ordem de 1,2 milhões de euros permitiriam que este desafio específico fosse tratado de forma adequada. No entanto, isso não impede a submissão e seleção de propostas que solicitem outros valores.

Mais informações: 

https://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/h2020/topics/swafs-19-2018-2019.html


Horizonte 2020: Nova atualização dos Programas de Trabalho

A Comissão Europeia publicou recentemente a última atualização dos Programas de Trabalho do Horizonte 2020. No caso do Programa Desafio Societal 6 Europe in a changing world – Inclusive, innovative and reflective societies, programa dedicado às ciências sociais e às humanidades foram acrescentadas algumas convocatórias para trabalhos.

Candidaturas: até 14 de Março de 2019.

CONVOCATÓRIAS DE PROGRAMAS DE TRABALHO:

Tópico Transformações:

1. TRANSFORMATIONS-16-2019: Social platform on the impact assessment and the quality of interventions in European historical environment and cultural heritage sites 

2. TRANSFORMATIONS-17-2019: Societal challenges and the arts

Tópico Governança: 

1. GOVERNANCE-16-2019: Reversing Inequalities;

2. GOVERNANCE-17-2019: Democratic crisis? Resolving socio-economic and political challenges to reinvigorate democracies

3. GOVERNANCE-18-2019: Innovation in government - building an agile and citizen-centric public sector 

4.GOVERNANCE-19-2019: A European Social Catalyst Fund to scale up high performing social innovations in the provision of social services

 

Mais informações: https://ec.europa.eu/programmes/horizon2020/en/news/latest-update-work-programme-2019-now-online


Convocatória Horizonte 2020: «Transforming historic urban areas and/or cultural landscapes into hubs of entrepreneurship and social and cultural integration»

Já se encontra aberta a convocatória Transforming historic urban areas and/or cultural landscapes into hubs of entrepreneurship and social and cultural integration no âmbito do Horizonte 2020. As ações devem desenvolver, demonstrar e documentar estratégias, abordagens e soluções para reativar e regenerar áreas urbanas históricas e / ou paisagens culturais. Devem fomentar a inovação por start-ups relevantes, indústrias culturais e criativas, inclusive do setor de tecnologias digitais, produtores avançados de manufaturas em pequena escala e 'fabricantes' locais, oficinas de artesanato, etc. para reutilização adaptativa e promoção de bens patrimoniais e de integração sociais. integração. 

Candidaturas: até 19 de Fevereiro de 2019.

As soluções devem ser co-criadas, co-geridas e co-implementadas à escala apropriada (por exemplo, para distritos, edifícios, espaços públicos, etc.) no contexto mais amplo do desenvolvimento urbano e regional e envolvendo populações locais, centros de investigação e inovação, universidades, associações e outras autoridades relevantes e, quando relevante, novos grupos populacionais. 

Abordagens sistémicas e metodologias para identificar as capacidades latentes de áreas urbanas históricas e ativá-las podem ser desenvolvidas. Devem avaliar os valores culturais e patrimoniais, respeitar a identidade dos lugares e promover a inovação social, incluindo também a dimensão do género, a sustentabilidade económica, a inclusão, a coesão social e a integração a longo prazo. 

A inovação em suas várias formas (por exemplo, regulamentação, governança, negócios, finanças) deve ser considerada. 

As sinergias com outros projetos relevantes em curso, como a European Creative Hubs Network, devem ser procuradas, se for caso disso. 

As propostas devem prestar atenção às condições especiais de chamada para este tópico. 

 As acções devem prever actividades de agrupamento com outros projectos relevantes relevantes para a cooperação entre projectos, consultas e actividades conjuntas sobre questões transversais e partilha de resultados, bem como a participação em reuniões conjuntas e eventos de comunicação. As propostas devem prever um workpackage para este fim (e / ou tarefa) e atribuir os recursos apropriados em conformidade. 

A Comissão considera que as propostas que solicitem uma contribuição da UE entre 7 e 8 milhões de euros permitiriam que este desafio específico fosse tratado de forma adequada. No entanto, isso não impede a submissão e seleção de propostas que solicitem outros valores.

Mais informações: 

https://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/h2020/topics/sc5-20-2019.html


Convocatória «Engagement of diaspora communities on awareness raising»

Encontra-se aberta a convocatória Engagement of diaspora communities on awareness raising.

Candidaturas: até 31 de janeiro de 2019.

Pretende-se aqui financiar as seguintes atividades:

a) Investigação preparatória para: 

- mapear práticas, métodos e abordagens existentes no envolvimento com a diáspora no tema da prevenção da migração irregular e do contrabando de migrantes;
-  identificar o (s) público-alvo (s), suas características, motivações, necessidades e lacunas de informações e acesso a fontes de media e informações
- identificar os canais de comunicação mais eficazes a utilizar ​​pelas comunidades da diáspora para aumentar a conscientização entre migrantes irregulares (prospectivos) nos países de origem ou trânsito. 

b) Criação, produção, implementação e divulgação de campanhas e atividades de sensibilização e informação que envolvam as comunidades da diáspora na UE, incluindo parcerias com canais de media social baseados na diáspora credível. 

c) Monitorização e avaliação do projeto para avaliar seus resultados e elaborar recomendações para envolvimento futuro com comunidades da diáspora.

Importante: O envolvimento da organização da diáspora é fundamental para o sucesso da implementação desta Prioridade. As candidaturas, que se concentram apenas no reforço das capacidades das comunidades da diáspora na UE e em países terceiros, não serão consideradas para financiamento ao abrigo deste convite.

Mais informações:

http://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/amif/topics/amif-2018-ag-inte-5.html


Convocatória «Legal migration projects with third countries»

Encontra-se aberta a convocatória Legal migration projects with third countries do Programa Asylum, Migration and Integration Fund.

Candidaturas: até 31 de Janeiro de 2019.

Pretende-se aqui financiar as seguintes atividades:

- Análise e implementação de medidas concretas sobre como criar e / ou facilitar a mobilidade entre países terceiros e Estados-Membros da UE;
- Medidas de apoio durante a fase anterior à partida, incluindo formação linguística, formação profissional, reforço de competências e formação em sensibilização para o local de trabalho;
- Medidas de apoio durante a fase de mobilidade, incluindo formação linguística no Estado-Membro de acolhimento, acesso a mediadores culturais, formação e orientação no local de trabalho, reforço das competências e formação em empreendedorismo.
- Medidas de apoio durante a fase de reintegração, incluindo o apoio à diáspora para melhorar o impacto do desenvolvimento dos trabalhadores migrantes que retornam ao país de origem, orientação em associação com as agências locais relevantes, recrutamento para o local de trabalho, combinando competências do trabalhador (por exemplo, aconselhamento, treinamento) para a criação de uma empresa no país de origem. 

Mais informações:

http://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/amif/topics/amif-2018-ag-inte-2.html


Convocatória Horizonte 2020: «FET-Open Challenging Current Thinking»

Já se encontra aberta a convocatória FET-Open Challenging Current Thinking no âmbito do Horizonte 2020. Pretende-se estabelecer as bases para novas tecnologias futuras radicalmente novas a partir de colaborações visionárias interdisciplinares que dissolvam as fronteiras tradicionais entre ciências e disciplinas, incluindo as ciências sociais e humanas. 

Candidaturas: até 24 de Janeiro de 2019.

São propostas propostas de investigação interdisciplinar de ponta de alto risco / alto impacto, com todas as seguintes características essenciais ("gatekeepers FET"): 

a. Visão radical: o projeto deve abordar uma visão clara e radical, possibilitada por um novo conceito de tecnologia que desafia os atuais paradigmas. Em particular, a pesquisa para avançar no roteiro de um paradigma tecnológico bem estabelecido, mesmo que de alto risco, não será financiada.

b. Alvo tecnológico inovador: o projeto deve visar uma inovação científica e tecnológica inovadora e ambiciosa como uma primeira prova de conceito para sua visão. Em particular, a pesquisa exploratória sem um objetivo tecnológico claro não será financiada. 

c. Pesquisa interdisciplinar ambiciosa para alcançar o avanço tecnológico e que abre novas áreas de investigação. Em particular, projetos com apenas pesquisas incrementais de baixo risco, mesmo que interdisciplinares, não serão financiados. Os riscos inerentemente altos da investigação proposta devem ser mitigados por uma metodologia flexível para lidar com as incertezas consideráveis ​​de ciência e tecnologia e para a escolha de direções e opções alternativas. 

Impacto esperado: 

- Contribuições científicas e tecnológicas para a fundação de uma nova tecnologia futura
- Potencial para impacto social ou económico futuro ou criação de mercado
- Construir capacidade de investigação e inovação em toda a Europa através do envolvimento de intervenientes-chave que podem fazer a diferença no futuro, por exemplo, jovens investigadores excelentes, PME ambiciosas de alta tecnologia ou participantes de primeira viagem no FET ao abrigo do Horizonte 2020.

Mais informações:

http://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/h2020/topics/fetopen-01-2018-2019-2020.html


Candidaturas abertas: Programa LIFE

O Programa Life é o instrumento financeiro da Comissão Europeia dedicado exclusivamente ao Ambiente e à Ação Climática gerido pelas Direções Gerais do Ambiente (DG ENV) e da Ação Climática (DG Clima). Para a convocatória de 2018, são elegíveis projetos tradicionais ou integrados nas áreas da conservação da natureza, proteção ambiental e ação climática.

Os projetos Tradicionais, podem ser projetos de boas práticas, demonstrativos, projetos de disseminação ou de sensibilização. No caso dos projetos Integrados, podem ser projetos de implementação de planos e/ou estratégias específicas da legislação europeia de grande escala territorial (regional, multi-regional, nacional, transnacional), desenvolvidos por autoridades do Estados-membros.

Nos projetos tradicionais existe uma simplificação do processo em que as candidaturas podem ser submetidas a duas fases nas áreas do Ambiente e Eficiência de Recursos e Natureza e Biodiversidade. Na área da Ação Climática , o processo de mantém-se numa única fase. 

As datas de submissão são as que se seguem: 

12 de junho de 2018: concept notes para as áreas do Ambiente e Eficiência de Recursos;

14 de junho 2018: concept notes para projetos na área da Natureza e Biodiversidade;

05 de setembro de 2018: concept notes para os projetos integrados;

12 de setembro de 2018: propostas completas para a Ação climática;

Outubro de 2018: propostas completas para as áreas do Ambiente e Eficiência de Recursos e Natureza e Biodiversidade;

14 de março de 2019: Propostas completas para os projetos integrados. 

As condições de submissão variam de tipologia de projetos: 

- Para os projetos tradicionais deverão ser consultadas as condições em: http://ec.europa.eu/environment/life/funding/life2018/traditional/index.htm;

- Para os projetos Integrados deverão ser consultadas as condições em: http://ec.europa.eu/environment/life/funding/life2018/integrated/index.htm;

Os projetos anteriormente financiados encontram-se disponíveis em: http://ec.europa.eu/environment/life/project/Projects/index.cfm.


Candidaturas abertas: Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI)

O Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração é o instrumento da Comissão Europeia (CE) para uma gestão eficaz dos fluxos migratórios e para a definição de uma abordagem comum em matéria de asilo e migração. É atribuído pela CE aos Estados-membros consoante a aprovação dos seus programas nacionais estratégicos de acolhimento dos imigrantes, nomeadamente nas propostas de promoção qualidade dos procedimentos de asilo de acordo com as normas da União, de integração dos imigrantes a nível local e regional e a sustentabilidade dos programas de regresso. 

No âmbito do programa nacional de Portugal estão abertos os seguintes concursos que têm de contribuir para os objetivos do Programa Nacional identificados nos respetivos concursos:

Aviso n.º 41/FAMI/2018 - Integração e Migração Legal - 18h00 do dia 14 de maio de 2018 

As candidaturas apresentadas devem promover o cumprimento dos objetivos definidos para o Fundo:

a) Assegurar as medidas que promovam a integração multinível dos atuais e novos NPT (Nacionais de Países Terceiros);
b) Envolver os atores locais, públicos e privados, na definição, execução, monitorização e avaliação de planos locais para as migrações. 

Aviso n.º 42/FAMI/2018 - Estudos Tema 2 (Resumo) - 18h00 do dia 18 de maio de 2018 Atividades previstas: Estudos sobre Migrações e a Integração de Nacionais de países terceiros em Portugal e que corresponde a diferentes temas prioritários de investigação dos estudos a desenvolver com relevância para as políticas públicas e os decisores políticos, numa lógica de conhecer mais para agir melhor:

1) Aprendizagem do português por estrangeiros;
2) Impactos económicos (nacionais e locais) da imigração;
3) Impactos da imigração para as Contas do Estado;
4) Políticas de mobilidade em mudança na Europa e em Portugal;
5) Imigração e diversidade religiosa. 

Aviso n.º 43/FAMI/2018 - Estudos Tema 3 (Resumo) - 18h00 do dia 18 de maio de 2018 Objetivo Específico 2 – Integração e Migração Legal, nomeadamente a realização de Estudos sobre migrações e a integração de nacionais de países terceiros em Portugal. Atividades previstas: Estudos sobre Migrações e a Integração de Nacionais de países terceiros em Portugal e que corresponde a diferentes temas prioritários de investigação dos estudos a desenvolver com relevância para as políticas públicas e os decisores políticos, numa lógica de conhecer mais para agir melhor:

1) Empreendedorismo imigrante, comércio bilateral e investimento estrangeiro;
2) Mobilidade interna dos imigrantes;
3) Remigração e Migração Circular de nacionais de países terceiros;
4) Imigração e saúde;
5) Racismo e discursos de ódio. 

Aviso n.º 44/FAMI/201 - Estudos Tema 4 (Resumo) - 18h00 do dia 18 de maio de 2018 Atividades previstas: Estudos sobre Migrações e a Integração de Nacionais de países terceiros em Portugal e que corresponde a diferentes temas prioritários de investigação dos estudos a desenvolver com relevância para as políticas públicas e os decisores políticos, numa lógica de conhecer mais para agir melhor:

1) Direitos políticos e participação política de imigrantes em Portugal;
2) Políticas de integração de imigrantes e de Refugiados;
3) Políticas de captação de imigrantes;
4) Políticas locais para imigrantes;
5) Mulheres imigrantes e refugiadas. 

A taxa máxima de cofinanciamento para as candidaturas apoiadas é de 75%

Para mais informações sobre enquadramento das propostas deverá ser consultado as condições de cada aviso. 

Mais informações em https://www.acm.gov.pt/-/fundo-para-o-asilo-a-migracao-e-a-integracao-fami-


Bolsas Ibero-América - Santander Investigação 2018

O Santander Universidades está com candidaturas abertas para o programa “Bolsas Ibero-Americanas Santander Investigação”, um projeto de três anos de duração, iniciado em 2016, e dirigido a professores e investigadores de universidades portuguesas participantes que estejam interessados em realizar um período de mobilidade académica em uma das universidades ibero-americanas participantes. Os candidatos devem ter, preferencialmente, menos de 35 anos.

Candidaturas: até 15 de Dezembro de 2018.

Em Portugal o Santander concederá nesta Convocatória 2018 um total de 10 bolsas, distribuídas mediante convénio por várias instituições de ensino superior, cujo montante unitário será de 5.000 euros.

As bolsas pretendem ajudar a completar a formação e especialização científica e técnica do pessoal investigador em formação ou dos alunos de doutoramento. Esses objetivos serão facilitados através de uma estadia em algum centro de investigação ou universidade ibero-americana diferente do país de origem, financiando os gastos de alojamento, deslocação e manutenção com o montante da bolsa. A duração mínima exigida de estadia será de 2 meses para os professores e investigadores e de 4 meses para os alunos de doutoramento.

Esta convocatória faz parte do Programa Internacional de Bolsas Ibero-americanas, no qual participam universidades da Argentina, do Brasil, de Espanha, do Chile, da Colômbia, do México, do Perú, de Portugal, de Porto Rico e do Uruguai. Em particular, a Convocatória em Portugal dirige-se a professores e investigadores de Universidades Portuguesas participantes que poderão realizar estadias de seis meses.

Pode candidatar-se ao programa o pessoal docente e investigador e alunos de doutoramento vinculados a alguma das universidades com convénio de colaboração em vigor com o Santander:

  • Universidade do Porto
  • Universidade de Coimbra
  • Universidade da Beira Interior
  • Universidade da Madeira
  • Instituto Politécnico do Porto
  • Instituto Politécnico de Setúbal
  • Universidade dos Açores

A gestão do programa é da competência de cada Instituição de Ensino Superior participante

Países de destino: Chile, Espanha, Porto Rico, Uruguai, Argentina, Brasil, Colômbia, México, Peru.

Mais informações em Ágora Santander.


Convocatória Horizonte 2020: «MSCA for researchers at risk»

Se encontra aberta a convocatória  MSCA extraordinária, MSCA for researchers at risk: H2020-MSCA-RR-2018. Esta convocatórial é para uma CSA para consórcios de organizações com experiência em apoio a investigadores em risco.

Candidaturas: até 4 de Dezembro de 2018.

A comissão define “investigadores em risco” como aqueles que estão em situações de risco nos seus países de origem (discriminação, perseguição, sofrimento, violência) ou procuram refúgio por estas razões, ou encontraram refúgio na Europa recentemente. 

 O objetivo da ação será facilitar a cooperação entre iniciativas e programas de apoio a investigadores em risco, a identificação de boas práticas e a melhoria dos serviços de apoio prestados. 

A call tem um orçamento de 1 500 000 EUR e não está prevista mais nenhuma call deste género.

Mais informações:

http://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/h2020/topics/h2020-msca-rr-2018.html


Prémio Horizonte 2020 EIC Prize for «Affordable High-Tech for Humanitarian Aid»

O prémio Horizonte 2020 do European Innovation Council Affordable High-Tech for Humanitarian Aid irá premiar soluções inovadoras no apoio prestado na ajuda humanitária. Considera-se soluções inovadoras, as soluções com uma abordagem frugal baseadas em serviços e tecnologias avançadas que propiciem uma ajuda humanitária mais eficaz. Não se pretendem propostas limitadas ao uso de tecnologias de informação e comunicação.

Candidaturas: até 15 de Janeiro de 2020.

Não se pretendem propostas limitadas ao uso de tecnologias de informação e comunicação. 

Podem ser apresentadas propostas em conjunto. Nestas propostas deverão identificar um participante proponente.

Ao prémio podem apresentar-se entidades legais, indivíduos e organizações internacionais sem restrições de nacionalidade. Serão atribuídos cinco prémios no valor de 1 milhão de euros cada.

Os interessados em apresentar candidaturas têm de registar a sua manifestação de interesse através do email EC-TECH4AID-EIC-PRIZE@EC.EUROPA.EU até ao dia 15 de setembro de 2019.


Concurso para capacitação ética e regulatória em África (EDCTP)

Já se encontra aberto o concurso EDCTP que vista a apoiar os países da África Subsaariana a estabelecer e desenvolver sistemas nacionais robustos de regulamentação de medicamentos e capacidade para a revisão ética da investigação clínica e uso de medicamentos e tecnologias para uso em humanos, para além de fomentar colaborações nacionais e internacionais.

Candidaturas: até 22 de Novembro de 2018.

As propostas podem incluir apoio à formação, ligação em rede e promoção de boas práticas, através de um melhor reconhecimento e acreditação dos organismos relevantes. Isto pode incluir formação relevante a longo prazo do pessoal regulador, em particular através de currículos regulamentares fornecidos pelos Centros Regionais de Excelência Regulamentar em África.

Duração esperada: entre 24 e 36 meses
Orçamento limite: até 300.000€ por projeto
O nível de financiamento é de 100% dos custos elegíveis. 

Devem participar no concórcio do projeto pelo menos uma entidade jurídica estabelecida num Estado europeu participante ou num país da África subsaariana e pelo menos uma entidade jurídica que acolha NECs (National Ethics Committees) ou NRAs (National Regulatory Authorities) em países da África Subsaariana.


Programa WIDENING: Convocatória Twinning

Encontra-se aberto o período de submissão de candidaturas ao tópico Twinning do programa Widening, que se destina à redução das diferenças no desempenho cientifico dos países europeus. Serão financiadas redes de instituições de investigação europeias com o objetivo de fortalecer um determinado campo de investigação de uma instituição de um Estado Membro low performing que articulará com duas instituições internacionais congéneres, lideres na Europa.

Candidaturas: até 15 de Novembro de 2018.

O orçamento não poderá ultrapassar o valor de 800 mil de euros por proposta, com a duração máxima de três anos. 

As candidaturas terão de ser submetidas através do "Participant portal" da Comissão Europeia.


Programa WIDENING: ERA Chairs

O Programa ERA Chairs destina-se à capacitação científica de universidades e outras instituições ligadas à investigação de países europeus low performance, através do financiamento de recursos humanos, ações de formação e de networking. Prevê-se a contratação de um chair, coordenador de perfil científico de excelência, que desenvolva atividades que impulsem a excelência científica da instituição de acolhimento. 

Candidaturas: até 15 de Novembro de 2018.

Serão financiadas propostas no valor máximo de 2,5 milhões de euros para o período de cinco anos. 

As propostas devem ser submetidas através do participant portal.


Convocatória para projetos para prevenir e combater a violência de género e a violência contra as crianças - REC-RDAP-GBV-AG-2018

Encontra-se aberta a convocatória para projetos para prevenir e combater a violência de género e a violência contra as crianças -  REC-RDAP-GBV-AG-2018.

Candidaturas: até 13 de Novembro de 2018.

Estão definidas as seguintes prioridades:

1.1 Prevenção da violência baseada no género (VBG): O foco dessa prioridade está na prevenção primária, em particular na mudança de normas e comportamentos sociais, a fim de acabar com a tolerância de todas as formas de violência baseada no género.

1.2 Proteção e apoio às vítimas e testemunhas de violência doméstica, inclusive por meio do combate à subnotificação, promoção da cooperação multidisciplinar e capacitação de profissionais relevantes. 

1.3 A coordenação e / ou adaptação de serviços de apoio à violência sexual e de género para incluir refugiados e migrantes (crianças, mulheres, pessoas LGBTI, homens e rapazes), em particular para assegurar sua recuperação de tais traumas. 

1.4 Prevenção e resposta à violência cibernética baseada no sexo e no género (alvo de crianças, mulheres, pessoas LGBTI, homens e rapazes), como pornografia de vingança, extorsão com uso de imagens sexuais (sextortion), assédio online sexual ou de género / intimidação, aliciamento, etc. 

1.5 Promover a incorporação de políticas de salvaguarda da criança em diferentes contextos e setores, tais como clubes e organizações desportivas, atividades extracurriculares e / ou clubes / organizações de lazer / recreação para crianças (incluindo a fé / liderados por igrejas; escolas), tanto como forma de proteger e salvaguardar as crianças, como para equipar os funcionários com a necessária formação e orientação. 

Mais informações:

http://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/rec/topics/rec-rdap-gbv-ag-2018.html


Convocatória para promover Plataformas de Apoio à Comunidade Roma

Está aberta a convocatória para promover Plataformas de Apoio à Comunidade Roma.

Candidaturas: até 08 de Novembro de 2018.

Os objetivos das plataformas são: 

- capacitar os NRCPs no processo de integração dos ciganos, para lhes dar a visibilidade necessária para todos os intervenientes relevantes, seja a nível nacional, regional ou local, em relação às comunidades ciganas e não ciganas; 

- Assegurar o envolvimento efectivo de todas as partes interessadas (ou seja, autoridades nacionais, regionais e locais, comunidades ciganas e não ciganas, incluindo jovens ciganas e ciganas, organizações não governamentais ciganas e pró-ciganas (ONG), empresários privados, sindicatos, organizações profissionais; associações, universidades, organismos de igualdade, etc.) nas decisões que afetam os ciganos, tendo em conta os papéis de cada parte interessada; 

- melhorar a participação de intervenientes múltiplos, em particular a participação dos ciganos nas decisões que os afetam;

- Reforçar a responsabilização dos intervenientes múltiplos, o empenho, a apropriação e a transparência do processo de integração dos ciganos; 

- reforçar o compromisso e a implementação efectiva das medidas de integração a nível local, com vista a melhorar a igualdade de acesso efectivo dos Romanichéis aos serviços e oportunidades principais, bem como ao reforço da comunidade a nível local entre os Roma e os não-ciganos; 

- abordar as lacunas na implementação da Estratégia Nacional de Integração dos Ciganos e os desafios específicos do contexto nacional; 

- ampliar processos de relato a nível nacional e da UE.

Mais informações:

http://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/rec/topics/rec-rdis-nrcp-ag-2018.html


Candidaturas abertas à ERC Synergy Grants

As Synergy Grants (SyG) - permitem que um grupo de investigadores principais (2-4) e as suas equipas conjuguem as suas diferentes competências e conhecimento, no desenvolvimento de novas linhas de investigação, com potencial disruptivo, e, tendencialmente, de natureza interdisciplinar.

Candidaturas: até 08 de Novembro de 2018.

O financiamento é atribuído até € 10M para projetos de 6 anos.

Mais informações:

https://erc.europa.eu/funding/starting-grants


Concurso para projetos colaborativos com o Brasil FCT-CAPES

A FCT e a CAPES informam que se encontra aberto concurso para o apoio a 10 projetos conjuntos a decorrerem no biénio 2019/2020.

Candidaturas: até 06 de Novembro de 2018.

O apoio destina-se ao intercâmbio de investigadores no âmbito de projetos comuns de investigação nas seguintes áreas:

-  Ciências do Ambiente
- Ciências do Espaço
- Ciências do Mar
- Engenharia Eletrotécnica
- Estudos Literários
- História 

O financiamento por parte da FCT destina-se, estritamente, à mobilidade de investigadores participantes nos projetos: despesas de viagem e estadia da equipa portuguesa no Brasil ( o montante previsto para cada projeto será no valor de 4500€/ano).

A não inclusão de jovens investigadores na equipa portuguesa tem caráter eliminatório.

Será dada prioridade a novos projetos e a equipas que não obtiveram financiamento nos últimos concursos. 

As candidaturas devem ser elaboradas conjuntamente pelos investigadores responsáveis dos dois países e submetidas aos organismos executores do Acordo. Assim, a equipa portuguesa deverá remeter a sua candidatura ao DRI da FCT e a equipa estrangeira ao organismo do seu país. 

Critérios de avaliação: 

- mérito científico e qualidade da proposta;
- qualidade das equipas de investigação da proposta;
- relevância da participação de jovens investigadores da parte portuguesa;
- adequação das missões de mobilidade ao programa proposto. 

Seleção das propostas: 

As propostas consideradas elegíveis serão avaliadas por ambas as Partes e posteriormente analisadas em reunião conjunta na Comissão Mista de seleção, composta por elementos da FCT e da CAPES, sendo apuradas para financiamento aquelas que forem objeto de acordo na conciliação de interesses entre as duas instituições. 

Além da avaliação científica, poderão ser tidos em consideração outros critérios na seleção das propostas, tais como a distribuição por áreas do conhecimento e/ou por áreas geográficas, entre outros. 

Submissão das candidaturas: 

A candidatura terá que ser submetida à FCT, online, até às 17:00 hora de Lisboa do dia 06 de novembro de 2018.

Mais informações:

https://www.fct.pt/apoios/cooptrans/capes/index.phtml.pt

 


Prémio UNESCO-King Hamad Bin Isa Al-Khalifa 2018 de Tecnologias da Informação e da Comunicação na Educação

O Prémio UNESCO-King Hamad Bin Isa Al-Khalifa 2018 Tecnologias da Informação e da Comunicação na Educação 2018, tem como objetivos o desenvolvimento das tecnologias da informação (TIC) que contribuam para a concretização da Meta de Desenvolvimento Sustentável 4 na Educação. 

Candidaturas: até 31 de Outubro de 2018.

Pretendem-se projetos que abordem a utilização de tecnologias da informação e da comunicação inovadoras para assegurar a educação de grupos vulneráveis. Os projetos deverão focar-se em crianças que não estão na escola, jovens não alfabetizados ou pouco qualificados ou adultos que enfrentam vários tipos de dificuldades. Será dada atenção especial aos projetos que utilizem soluções de TIC integradas que combinam tecnologia comumente utilizada, com aplicações em TIC avançadas como Inteligência Artificial, Realidade Aumentada, aprendizagem com máquinas, robótica, big data, etc.

 

Podem concorrer pessoas e organizações, desde que a sua candidatura tenho o apoio de uma Comissão Nacional da UNESCO ou por uma ONG em parceria oficial com a UNESCO. 

 

A candidatura é concretizada através da plataforma online da UNESCO sendo necessário um registo prévio. No caso de novos utilizadores terão de se inscrever através do seguinte link:
https://forms.office.com/Pages/ResponsePage.aspx?id=Uq5PHbM5-kuwswIpVrERlBabqaRo82ZHoyzVzRa9qP5UNUhBMVVURVJBWks1RFROSzg3Rko0MThPVy4u

 

O formulário tem de ser preenchido até ao dia 31 de outubro de 2018, através do preenchimento do formulário disponível em: 
https://teams.unesco.org/_login/default.aspx?ReturnUrl=%2fsites%2fcommittees%2fict-ed-prize%2f_layouts%2f15%2fAuthenticate.aspx%3fSource%3d%252Fsites%252Fcommittees%252Fict%252Ded%252Dprize%252F&Source=%2Fsites%2Fcommittees%2Fict%2Ded%2Dprize%2F 


Hakuho Foundation Japanese Research Fellowship

With the goals of further strengthening the fundamentals of international research into Japan and deepening understanding of Japan, the Hakuho Foundation Japanese Research Fellowship invites leading international researchers of the Japanese language, Japanese language education, Japanese literature and Japanese culture to Japan to conduct residential research.

Applications: until 31st October 2018.

For more information: http://phi.fa.ulisboa.pt/index.php/pt/

 


Call for Proposals – LEaDing Fellows Postdoc Programme

A call for 30 two-year postdoc positions (at Leiden, Erasmus and Delft) is already open in the scope of the LEaDing Fellows Postdoc Programme. The call is open for researchers from abroad. Applicants can propose a project of their own choice and their application should include a commitment letter of the proposed hosting group. If approved, the start of the new fellow’s appointment should be between June 1 and November 30, 2019.

Applications: until 31st October 2018.

Eligibility criteria:

  • Applicants of all nationalities are eligible, unless national, international or European legislation or embargos prohibit specific (combinations of (sub) disciplines and) countries of origin.
  • Applicants shall not have spent more than 12 months in the Netherlands in the 3 years immediately prior to the recruitment date (May 1st, 2019).
  • Applicants should have obtained their PhD before the recruitment date and less than 60 months prior to the recruitment date (May 1st, 2019). This application window can be extended with 6 months for pregnancy (per child), parental leave (max. 6 months per child), training for medical specialists (3 years) or compulsory and reserve military service (actual time). Evidencing documentation must be added to the application as an annex.
  • If you have doubts about fulfilling the eligibility criteria please contact the Programme Office (leadingfellows@tudelft.nl

More information is available on leadingfellows.eu. You can also contact the Programme Office: leadingfellows@tudelft.nl. This is the third call in the LEaDing Fellows Postdoc Programme. The call and criteria are similar to the previous two calls.


Bolsas Fulbright para Professores e Investigadores Doutorados para o ano académico 2019/2020

Estão abertas as candidaturas para as Bolsas Fulbright para Professores e Investigadores Doutorados para o ano académico 2019/2020. As bolsas destinam-se a professores e investigadores que pretendam realizar atividades de investigação em universidades ou centros de investigação nos EUA em todas as áreas de estudo. 

Candidaturas: até 31 de outubro.

A duração da bolsa, que deverá corresponder a uma estadia consecutiva, durar entre três meses e 9 meses (a bolsa não pode ter início antes de agosto de 2019). 

Condições de elegibilidade:

Só são considerados elegíveis os candidatos que: 

-  Possuam nacionalidade portuguesa;
- Não tenham residido nos EUA durante um período igual ou superior a 5 anos, nos 6 anos anteriores à data do concurso;
- Não possuam dupla nacionalidade, portuguesa e norte-americana;
- Não possuam autorização de residência (green card) nos EUA; - Não possuam visto que lhes permita residir nos EUA, entre a altura do concurso à bolsa e o início do período de estadia nos EUA. 

O financiamento disponível será até $10,500 (dez mil e quinhentos dólares), dependendo da duração da estadia. Haverá igualmente:

- Acompanhamento do bolseiro durante a estadia nos EUA, por parte da Comissão Fulbright e do Institute of International Education;
- Emissão dos documentos necessários ao visto J-1; Isenção do pagamento do visto;
- Seguro de saúde e acidentes durante o período da bolsa;
- Orientação antes da partida para os EUA;
- Oportunidades de participação em seminários e outras actividades culturais e científicas organizados pelo Programa Fulbright, durante a estadia do bolseiro nos EUA, sujeitos a disponibilidade de fundos;
- Integração na rede mundial de bolseiros Fulbright. 

As candidaturas são submetidas online, através de formulário disponível na página da Comissão Fulbright. 

Mais informações na página da comissão Fulbright Portugal e através do e-mail plemos@fulbright.pt.


XXIII Prémio Vicente Risco de Ciências Sociais

Esta edição do Prémio Vicente Risco visa distinguir um texto inédito e totalmente original, que aborde investigações referentes à Galiza e/ou o Norte de Portugal, sempre do ponto de vista das ciências sociais (antropologia, sociologia, história, linguística, geografia, economia, turismo...). O objetivo do prémio é honrar a memória de Vicente Risco, ajudar à consolidação da cultura e a fortalecer as relações de Galiza com Portugal e a Lusofonia. O galardão inclui publicação da obra selecionada e 4 mil euros. 

Candidaturas: até 30 de Outubro de 2018.

Poderá participar qualquer pessoa, sem distinção de idade ou nacionalidade. Os trabalhos devem estar escritos de acordo com as normas do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa ou as Normas Ortográficas e Morfológicas da RAG. O envio do texto deve ser feito exclusivamente através da página do CETRAD.