Projetos de investigação

SAFE !N

Investigador Responsável: João Carlos Figueira Martins
Equipa: Jerónimo Victor Teixeira
Entidade Proponente:

APDES

Entidade Financiadora:

Programa BIP/ZIP Lisboa – Parcerias Locais, CM Lisboa.

Objectivos:

Lisboa é conhecida por ter um dos melhores circuitos noturnos da Europa fazendo parte de muitos roteiros turísticos internacionais. Nos últimos anos o Cais do Sodré, eixo da Rua de São Paulo tem sido nomeado como “O novo destino de Lisboa”.

Quanto à caraterização do contexto recreativo deste eixo, existem inúmeros bares e discotecas (contextos festivos) no local, e são vários os frequentadores que semanalmente circulam pelas suas ruas. Aqui encontram-se grupos muito heterógenos em termos de classe etária, estatuto sociocultural e nacionalidade, facto que se correlaciona com os diferentes tipos de estabelecimentos, serviços e paisagens sonoras oferecidos. O diagnóstico elaborado pelo SICAD (2013) para este território, revela que existem consumos abusivos de álcool e consumos de outras substâncias psicoativas (SPA) como canábis e estimulantes como a cocaína e o MDMA. O consumo de SPA relaciona-se também com situações de violência, agressão, abuso sexual e vandalização de património público ou privado.

A ocupação de espaço público tem suscitado também inúmeros
conflitos com os residentes, afetados pelo barulho e lixo resultante da diversão noturna associada a esse local, o que tem motivado a sua intervenção através de alterações à legislação municipal.

Esta realidade preocupa todos os atores-chave que se movem neste território. Em inúmeras reuniões da Comissão Social de Freguesia da Misericórdia vários parceiros têm referido que são necessárias intervenções ajustadas.

Parcerias:

APDES; Party+ Network; Associação Cais Sodré

Data de Início: 2015
Data de Fim: 2016