Menu CICS.NOVA

Oportunidades de Financiamento

Data: Data:

Projetos de IC&DT Portugal Índia

Data limite para submissão de candidaturas: 30 de junho de 2020 (17:00, hora de Lisboa).

Encontra aberto concurso para o financiamento de projetos conjuntos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico, desenvolvidos em estreita colaboração por equipas de investigação portuguesas e da Índia nas seguintes áreas prioritárias de interesse comum:

  • Biotecnologia;
  • Energia;
  • Ambiente;
  • Infraestruturas Sustentáveis;
  • Alterações Climáticas;
  • Gestão de Desastres;
  • Ciências e Tecnologias do Mar.

EEA Grants Portugal “Desenvolvimento local através da Salvaguarda e Revitalização de Património Cultural Costeiro” – Aviso#1

Data limite para submissão de candidaturas: 4 de maio de 2020 (17:30, hora de Lisboa).

Encontra-se aberta a call “Desenvolvimento local através da Salvaguarda e Revitalização de Património Cultural Costeiro” no âmbito das EEA Grants 2014 – 2021, para financiamento de projetos que contribuam para a conservação, salvaguarda e reabilitação de património cultural costeiro classificado, ou em vias de classificação, visando a sua revitalização para o desenvolvimento sustentado das comunidades locais.

Concurso de Projetos de IC&DT da Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Data limite para submissão de candidaturas: 30 de abril de 2020 (17:00, hora de Lisboa).

Encontra-se aberto o período para candidatura a Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico em todos os Domínios Científicos, da Fundação para a Ciência e Tecnologia – FCT.

Concurso para Bolsas de Doutoramento da FCT – 2020

Encontra-se a decorrer, até ao dia 28 de abril de 2020 (17:00, hora de Lisboa), o Concurso para Bolsas de Doutoramento da FCT – 2020.

Este concurso apoia investigadores, em qualquer área do conhecimento, que pretendam desenvolver trabalhos de investigação para a obtenção do grau académico de Doutor.

Parceria para a Investigação e Inovação na Região Mediterrânica (PRIMA) | Section 2

Data limite para candidaturas: 15 de abril de 2020.

O concurso «Section 2» assenta exclusivamente na concessão de fundos nacionais ou regionais à luz das regras das agências de financiamento participantes, observando a lógica de «virtual common pot» (ou seja, cada agência envolvida apenas financia os investigadores que se candidatem aos seus fundos). A receção e avaliação das propostas são realizadas pela Fundação PRIMA, sendo que as agências de financiamento envolvidas realizam a verificação de elegibilidade à luz das suas regras, decidem sobre os projetos a apoiar, contratualizam os seus investigadores e financiam-nos.

Parceria para a Investigação e Inovação na Região Mediterrânica (PRIMA) | Section 1

Data limite para candidaturas: 13 de abril de 2020.

Os concursos para projetos de investigação PRIMA dividem-se em dua secções. Os concursos "section 1" regem-se pelos regulamentos e procedimentos do Programa-Quadro europeu H2020, sendo exclusivamente financiados por fundos desse programa. O acompanhamento e financiamento dos consórcios recomendados são exclusivamente realizados pela Fundação PRIMA. 

Desafios Societais | Horizonte 2020

Encontra-se a decorrer a chamada para candidaturas no âmbito dos Desafios Societais do H2020:

  • DS 1 – Saúde, Alterações Demográficas e Bem-Estar;
  • DS 2 – Segurança Alimentar, Agricultura e Silvicultura Sustentável, Investigação Marinha e Marítima e Águas;
  • DS 3 – Energia Segura, Não Poluente e Eficiente;
  • DS 4 – Transportes Inteligentes, Ecológicos e Integrados;
  • DS 5 – Ação Climática, Ambiente, Eficiência de Recursos e Matérias-Primas;
  • DS 6 – Europa num Mundo em Mudança – Sociedades Inclusivas, Inovadoras e Pensadoras;
  • DS 7 – Sociedades Seguras – Proteção, Liberdade e Segurança da Europa e Seus Cidadãos.

Informação detalha dos concursos, aqui.

Período de submissão de candidaturas: 5 de novembro de 2019 a 3 de abril de 2020.

Programa Gulbenkian Sustentabilidade

O Programa Gulbenkian Sustentabilidade tem como objetivo financiar projetos que contribuam de forma direta para: - assegurar que os interesses das gerações futuras são devidamente integrados nos processos de decisão atuais, através de propostas inovadoras de funcionamento das instituições e/ou de instrumentos de avaliação e divulgação do impacto das políticas públicas no longo-prazo; - reduzir a pegada ecológica dos sistemas de produção ao longo de toda a cadeia de valor através da inovação dos processos de produção e dos modelos de negócio e/ou da aquisição de novas competências profissionais; - promover padrões de consumo mais sustentáveis por parte da sociedade portuguesa através de ferramentas e metodologias inovadoras de sensibilização e de alteração efetiva de comportamentos.